Professor do PRO participa de obra internacional sobre Economia Solidária

Livro - Prof. Reinaldo Pacheco

Capa do livro “Towards Just and Sustainable Economies”

Foi lançado em abril o livro Towards just and sustainable economies – The social and solidarity economy North and South, organizado pelos pesquisadores Peter North (Universidade de Liverpool) e Molly Scott Cato (Parlamento Europeu) e publicado pela Universidade de Bristol (Inglaterra). O livro aborda a crise atual do capitalismo e o fortalecimento da Economia Social e Solidária neste contexto como uma possível alternativa para a promoção de um futuro sustentável.

Nesta obra, pesquisadores europeus e latino-americanos de diferentes áreas do conhecimento discutem o conceito de “sociedade sustentável” e os impactos gerados por novos modelos econômicos, que trazem uma série de desafios para os cidadãos. O livro conta com um artigo do professor Reinaldo Pachedo da Costa, docente do PRO e coordenador da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da USP, intitulado: Developing the solidarity economy –  Brazil’s social economy incubators.

Neste capítulo, são descritas as contribuições das incubadoras universitárias para a consolidação do setor da economia solidária no Brasil nos últimos 12 anos, por meio da transferência do conhecimento acadêmico produzido e do incentivo ao desenvolvimento de modelos econômicos que reconhecem as diversidades culturais e as necessidades de indivíduos que enfrentam algum tipo de marginalização.

A obra está disponível em inglês para compra no site da Universidade de Bristol (mais informações: clique aqui).

Resultado de eleição para chefia do Departamento de Engenharia de Produção – Poli/USP

O Prof. Dr. Fernando José Barbin Laurindo foi eleito para um novo mandato como chefe do Departamento de Engenharia de Produção (PRO) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), de 24 de junho de 2017 a 23 de junho de 2019. O Prof. Dr. Marcelo Schneck de Paula Pessôa permanece como suplente da chefia.

Fernando Laurindo é professor titular do PRO. É graduado em Engenharia de Produção (1984) e em Direito (1996), ambos pela USP, especializado em Administração de Empresas pela FGV-SP (1988), Mestre, Doutor e Livre-docente (1995, 2000 e 2005, respectivamente) em Engenharia de Produção pela USP, e Pós-doutor em Ingegneria Gestionale pelo Politecnico di Milano (2004).

Marcelo Pessôa é professor associado do PRO. É graduado em Engenharia Eletrônica (1972), Mestre e Doutor em Engenharia Elétrica pela USP (1979/1991) e Livre-docente em Engenharia de Produção pela USP (2009).

Laboratório da Poli ingressa em rede internacional de ensino de inovação

O Inovalab, laboratório de inovação e empreendedorismo voltado aos alunos de graduação da Escola Politécnica (Poli), agora faz parte de uma importante rede internacional de ensino multidisciplinar, a Design Factory Global Network.

A cerimônia que oficializou o ingresso do laboratório na rede foi realizada no dia 20 de junho, no Anfiteatro do Departamento de Engenharia de Produção da Poli, em São Paulo.

“Nos últimos anos, temos nos dedicado muito a criar espaços, estratégias e experiências de aprendizagem, principalmente voltados ao desenvolvimento de competências para a inovação e empreendedorismo nos nossos alunos. Temos tido a oportunidade de aprender muito com vários parceiros, de dentro e de fora da USP, e, neste momento, damos um importante passo em termos de internacionalização do laboratório”, explicou a professora da Poli e uma das coordenadoras do Inovalab, Roseli de Deus Lopes.

A vice-diretora da Escola, Liedi Legi Bariani Bernucci, lembrou a importância do engajamento de professores e alunos e do apoio de empresas e do Fundo Patrimonial “Amigos da Poli” para o sucesso da iniciativa. Segundo ela, “o fundo tem apoiado importantes projetos e é uma alternativa de financiamento cada vez mais importante, tanto para a Poli quanto para a Universidade como um todo”.

“O ‘Amigos da Poli’ é um bom modelo para pensarmos ao criar um fundo patrimonial para a Universidade e acredito que já estamos atrasados nisso. A USP precisa se relacionar mais com a sociedade, com o setor produtivo, transformar nossos cursos para que eles não sejam meramente acadêmicos e respondam melhor às demandas da sociedade. A Poli faz isso muito bem”, afirmou o reitor Marco Antonio Zago.

Rede internacional

A rede Design Factory surgiu na Aalto University, na Finlândia, onde foi desenvolvido um sistema educativo voltado para a integração multidisciplinar entre engenharia, design e negócios. Os bons resultados do laboratório fizeram com que a instituição expandisse a ideia e criasse uma rede internacional formada por instalações semelhantes de universidades em Portugal, Suíça, Estados Unidos, Austrália, Chile, Colômbia e, agora, Brasil.

“A Design Factory é um exemplo de iniciativas de universidades finlandesas que buscaram maneiras para aplicar a pesquisa e o conhecimento na prática, como usar a visão e o espaço acadêmico para desenvolver novas ideias e soluções. Nosso sistema educacional baseia-se fortemente em cooperação. Isso se aplica na pesquisa também. É um aprendizado mútuo entre atores de diferentes países que beneficia a todos. Espero que esse seja o começo de uma nova cooperação fino-brasileira”, considerou o embaixador da Finlândia no Brasil, Markku Virri.

Desde 2016, por iniciativa dos professores Roseli de Deus Lopes, Eduardo Zancul, André Leme Fleury e Davi Noboru Nakano, coordenadores do Inovalab, a Poli já vinha realizando atividades de preparação para o ingresso na rede internacional. Neste semestre, dez alunos da USP e oito alunos de universidades estrangeiras participaram de duas disciplinas optativas para o desenvolvimento de trabalhos internacionais. Nessas disciplinas, denominadas Applied Design Project I e II, os projetos são realizados em inglês.

Texto elaborado por Erika Yamamoto e publicado pelo Jornal da USP  (Link orginal: clique aqui). 

Informe: Eleição da Chefia do PRO (21/06, das 8:00 – 12:00h)

A eleição da Chefia do Departamento de Engenharia de Produção (PRO) da EP-USP pelos membros titulares de todas as categorias do Conselho do PRO transcorrerá nesta quarta-feira (21/06/2017), das 8:00 às 12:00h, nos termos da Portaria DIR-2175 de 19/05/2017, que está de acordo com o procedimento da USP, conforme Resolução Nº 7142, de 12/11/2015, que alterou o Estatuto da Universidade.

Houve somente uma chapa inscrita, tendo como candidatos a Chefe o Prof. Dr. Fernando José Barbin Laurindo e a Vice-Chefe o Prof. Dr. Marcelo Schneck de Paula Pessôa.

Solicitamos o comparecimento dos membros do Conselho para proceder a eleição.

POLI-USP participa de competição organizada pelo Banco Credit Suisse

A Escola Politécnica debutou neste ano na Credit Suisse Awards 2017, competição de avaliação de empresas patrocinada pelo Banco Credit Suisse. A iniciativa foi coordenada na Poli pelo professor Erik Rego, do Departamento de Engenharia de Produção, e contou com a participação de estudantes de diferentes cursos de graduação da Escola (Produção, Civil, Elétrica e Mecânica).

O desafio consistiu na elaboração de uma análise fundamentalista para uma empresa do ramo farmacêutico, com o estudo de sua situação financeira, econômica e mercadológica. A estrutura do projeto deveria ser similar a relatórios de análise (Equity Research) feitos por bancos de investimentos. Ao final, foram estabelecidas recomendações de compra, venda ou manutenção dos papéis da empresa negociados em bolsas de valores.

Os estudantes participaram de encontros com o Prof. Erik Rego, entre os meses de março e junho, para o ensino dos principais conceitos de valuation, a revisão dos trabalhos e da modelagem econômico-financeira, a orientação quanto ao modelo e à estratégia do relatório, assim como o relacionamento com a instituição financeira. Além disso, o Credit Suisse disponibilizou um tutor para cada grupo, de forma que os alunos pudessem entender como os profissionais do mercado financeiro trabalham, vivenciando a atividade ao lado deles.

No dia 07 de junho, o grupo vencedor, composto pelos alunos Gustavo Faria, Gabriel Santos, Matheus Silva, João Vitor Zuardi e Luiz Alberto Lira, participou de um evento de entrega do prêmio na Credit Suisse (os estudantes são também integrantes do Poli Finance, grupo de extensão da EP-USP). Para o Prof. Erik, além deste reconhecimento, a participação nesta competição “foi um processo de aprendizado técnico e profissional que os alunos levarão para sempre”, sendo o diálogo entre academia e mercado importante para o desenvolvimento dos estudantes. “Agradeço ao Credit Suisse pela oportunidade e parabenizo todos os alunos participantes, em especial a equipe vencedora”, complementou o docente.