Grupos de Pesquisa

EPEF – Economia da Produção e Engenharia Financeira 

Pesquisa de aspectos ligados à modelagem econômico-financeira de empreendimentos, à contabilidade, às metodologias de custos, à análise de investimentos de sistemas de operações e aos aspectos econômicos relacionados às cadeias produtivas e às aglomerações de empresas (clusters e arranjos produtivos locais). O objetivo do grupo é garantir que ações de investimentos e/ ou melhorias nos sistemas de operações tenham justificativa econômica. Está dividido nas seguintes subáreas:

• Economia da Produção: avaliação de empresas; modelos de negócios e competitividade; organização industrial e desenvolvimento tecnológico; análise de cadeias produtivas; modelagem econômica de processos; análise de sistemas locais de produção e clusters regionais; análises setoriais e estudos de prospecção técnico-econômicos de setores emergentes;

• Engenharia Financeira: modelagem quantitativa para gestão de custos e riscos; análise econômico-financeira; pricing;

• Engenharia de Custos: sistemas de gestão de custos; métodos e técnicas de custeio, integração de módulos econômico-financeiros com os sistemas de informação gerencial. 

Membros: Álvaro Euzébio Hernandez, Celma de Oliveira Ribeiro, Davi Noboru Nakano, Erik Eduardo Rego, João Amato Neto, João Eduardo de Morais Pinto Furtado, Reinaldo Pacheco da Costa, Roberta de Castro Souza 

GOL – Gestão de Operações e Logística 

O Núcleo de Gestão de Operações e Logística (GOL) tem como objetivo desenvolver projetos de pesquisa e atividades de ensino relacionados ao planejamento e gestão de operações e recursos de produção, tanto no contexto das indústrias de manufatura, como nos processos de  prestação de serviços. Atualmente, o grupo está focado no desenvolvimento de estudos e projetos nas seguintes áreas principais:

1. Planejamento, Programação e Controle da Produção e Estoques;

2. Logística e Cadeia de Suprimentos; e

3. Produtividade em Sistemas de Operações e Logística. 

Muitos dos projetos desenvolvidos pelos membros do GOL caracterizam-se pelo uso intensivo de modelos matemáticos e de simulação para resolver problemas de otimização em planejamento e programação das operações, planejamento e controle de estoques e planejamento de infraestrutura logística. O GOL, também, desenvolve pesquisas sobre metodologias para o aprimoramento da eficiência, disponibilidade e flexibilidade nos sistemas produtivos. Atualmente, o grupo desenvolve projetos para empresas privadas e com financiamento de agências de fomento ligadas à pesquisa, como CNPq e FAPESP. 

Membros: Antônio Rafael Namur Muscat, Dario Ikuo Miyake, Débora Pretti Ronconi, Hugo Tsugunobu Yoshida Yoshizaki, Luis Fernando Pinto de Abreu, Marco Aurélio de Mesquita, Miguel Cezar Santoro e Paulino Graciano Francischini

GTI – Gestão da Tecnologia da Informação 

Aborda a gestão da Tecnologia da Informação (TI), envolvendo seu planejamento e implementação, visando o estabelecimento de uma estratégia integrada (integrando a tecnologia, a estratégia de negócios e os aspectos organizacionais), bem como o projeto, a implantação e a administração de Sistemas de Informação, da Gestão do Conhecimento, de Sistemas de Apoio à Decisão e da Inteligência Competitiva. Atua em três linhas de pesquisa, descritas a seguir.

“Estratégia e Planejamento da Tecnologia da Informação”, que enfoca os impactos das aplicações de TI nas atividades das empresas através do alinhamento estratégico entre TI e negócio, visando a obtenção de maior eficácia, e focando a TI como ferramenta estratégica e de competitividade. Estudam-se a inteligência competitiva, a governança da TI, a gestão do conhecimento, a virtualização e colaboração nas atividades nos contextos intra e inter-empresas, viabilizada por aplicações de TI cada vez mais inovadoras, convergentes e interligadas.

“Implementação de Sistemas de Tecnologia da Informação”, que trata da avaliação de aplicações de TI com ênfase na eficiência e qualidade. Estudam-se modelos de referência, metodologias e técnicas para um processo eficiente e planejado de desenvolvimento de sistemas de informação e de software. Envolve técnicas de programação, de definição de requisitos de software, e modelos para a gestão dos projetos de novos sistemas de informação.

”Sistemas de Apoio à Decisão”, trata de projetos que estudam a questão das decisões nas organizações através de diversos modelos matemáticos e heurísticos que podem ser utilizados nestes processos e as ferramentas computacionais cada vez mais disseminadas que tornam tais modelos mais acessíveis e mais facilmente implementáveis. O volume de dados a ser processado e a incerteza que os envolvem implicam em modelos cada vez mais complexos.

Este grupo de pesquisa tem tido apoio para pesquisas da FAPESP, CNPq e CAPES, bem como da Fundação Carlos Alberto Vanzolini, através de bolsas e auxílios para projetos e participação em eventos. Cursos de extensão são oferecidos para organizações acadêmicas e para empresas. Ressalte-se, ainda, que o grupo de pesquisa GTI está cadastrado no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq. 

Membros: André Leme Fleury, Fernando José Barbin Laurindo, Marcelo Schneck de Paula Pessôa, Mauro de Mesquita Spinola e Renato de Oliveira Moraes

 QEP – Qualidade e Engenharia do Produto 

O grupo Qualidade e Engenharia do Produto (QEP) reúne os professores e alunos de graduação e pós-graduação do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP em três temas centrais: qualidade, gestão de projetos e desenvolvimento de produtos.

O grupo está inscrito no Diretório dos Grupos de Pesquisa do Brasil do CNPq e abrange temas relacionados às dimensões estratégicas, táticas e operacionais dos 3 temas centrais. As principais linhas de pesquisa deste grupo são as seguintes:

• Sistemas de Gestão: Qualidade, Ambiental e Responsabilidade Social;

• Engenharia da Qualidade;

• Gestão de Projetos;

• Desenvolvimento de Produtos e Processos. 

Os projetos de pesquisa deste grupo recebem apoio _nanceiro dos principais órgãos de fomento brasileiros, destacando-se a FAPESP, o CNPq e a CAPES. Além disso, o grupo tem apoio de empresas e ONGs em suas pesquisas e atividades didáticas. 

Membros: Alberto Wunderler Ramos, Clovis Armando Alvarenga Netto, Gregório Bouer (professor colaborador), Eduardo de Senzi Zancul, Fernando Tobal Berssanetti, José Joaquim do Amaral Ferreira, Linda Lee Ho e Marly Monteiro de Carvalho 

TTO – Trabalho, Tecnologia e Organização 

Trata das questões organizacionais em todas as instâncias da atividade produtiva – fábrica, produção de serviços e todas as demais atividades, tais como: projetos, P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), engenharia, inovação, atividades de escritório em geral. Dedica especial atenção à relação dinâmica entre trabalho e tecnologia. Parte da abordagem sócio-técnica para diagnóstico, projeto dos processos de produção de bens e serviços e dos seus sistemas de gestão. Aplica os ensinamentos da ergonomia para estudo do trabalho humano e busca o relacionamento entre a Engenharia e as Ciências Sociais Aplicadas.

O TTO tem grande inserção no debate nacional e internacional. Institucionalmente, membros do TTO participam de inúmeras iniciativas: Núcleo de Apoio à Pesquisa em Política e Gestão Tecnológica da USP (PGT/USP); da coordenação científica da rede de pesquisa GERPISA International Network (Groupe d’Etudes et de Recherches Permanent sur l’Industrie et les Salariés de l’Automobile); Núcleo de Apoio à Pesquisa Observatório da Inovação e Competitividade (NAP-OIC); comitês editoriais de revistas de primeira linha, pareceres junto a organismos como FAPESP, CNPq, BID, etc., entre outras inúmeras atividades. 

Membros do TTO: Afonso Carlos Corrêa Fleury, Fausto Leopoldo Mascia, Guilherme Ary Plonski, Laerte Idal Sznelwar, Mario Sergio Salerno, Mauro Zilbovicius, Roberto Marx e Uiara Bandineli Montedo