Alunos do PRO desenvolvem projetos voltados para soluções de questões atuais do Brasil

Desenvolver a capacidade de compreender e abordar problemas amplos, em torno de temas atuais da sociedade e da economia brasileiras, identificando suas múltiplas determinações, em geral técnicas, econômicas, políticas, sociais, etc., e permitindo aos alunos exercitarem a capacidade crítica. Este é um dos principais objetivos da disciplina de graduação “Engenharia de Projetos Complexos do Desenvolvimento Brasileiro”, ministrada pelos professores Roberto Marx e Mauro Zilbovicius, no Departamento de Engenharia de Produção da Poli-USP.

Nesta disciplina, os estudantes são divididos em grupos, devendo selecionar um tema atual, de relevância no contexto brasileiro, para a realização de uma análise aprofundada de questões relativas a ele. Após o estudo e a definição de problemas e desafios, são elaboradas possíveis soluções para os pontos levantados, além de indicadores que auxiliam na escolha das melhores alternativas a serem implantadas.

Projetos desenvolvidos

Na turma do segundo semestre de 2016, diferentes assuntos foram abordados nos projetos realizados, entre eles: coleta seletiva, saúde e educação.

Na discussão sobre coletiva seletiva, os estudantes escolheram a cidade de São Paulo para a realização do estudo. Após dimensionar a questão, compreendendo que a solução para geração de grandes quantidades de resíduos envolve diferentes atores (cidadãos, órgãos públicos, empresas, cooperativas e catadores, por exemplo), foram propostas como soluções: o incentivo aos pontos de entrega voluntários, o aumento de investimentos voltados à coleta mecanizada e a penalização dos cidadãos que cometerem infrações no descarte de lixo.

Outro tema abordado pelos alunos foi a educação pública do Estado de São Paulo, focando em como as gestões administrativa e orçamentária deste sistema podem contribuir para a melhoria dos indicadores de qualidade e acessibilidade. Entre os casos estudados, está o das Charter Schools, realizado nos estados de Nova Iorque (EUA) e Pernambuco, que se baseia no financiamento público conforme o número de estudantes, na cogestão por uma instituição de ensino do setor privado, na maior autonomia em gestão de ensino e no ingresso de alunos com perfil de alto comprometimento escolar.

O Sistema Único de Saúde (SUS) também foi analisado por um dos grupos. Ao detectar que os principais problemas do SUS estão relacionados à baixa integração entre seus diferentes membros e a alta descentralização de suas atividades, foi sugerida a criação de um instituto central (nos moldes do INSS), permitindo a gestão integrada e a difusão de boas práticas, a definição de indicadores de eficiência e o foco na prevenção e no atendimento primário.

A realização destes projetos contribui para o aprimoramento da discussão sobre estas importantes temáticas, sendo relevante para a formação dos estudantes do curso de Engenharia de Produção, que exercerão futuramente atividades profissionais voltadas a elas nos diferentes setores econômicos e sociais. Mais informações sobre a disciplina, clique aqui.

Projetos desenvolvidos no PRO recebem apoio do Fundo Patrimonial Amigos da Poli

O Fundo Patrimonial Amigos da Poli realizou, no dia 22 de setembro, um evento para apresentar os resultados dos investimentos feitos nos últimos dois anos. Durante a noite, mais de 250 membros da comunidade politécnica puderam conhecer os projetos apoiados pelo fundo expostos durante o coquetel, que foi seguido por uma cerimônia de apresentação dos resultados dos últimos dois anos e uma premiação dos projetos que se destacaram.

A disciplina “Desenvolvimento integrado de produtos”, ministrada pelos professores Eduardo de Senzi Zancul e Roseli de Deus Lopes, recebeu o prêmio de melhor projeto apoiado pelo Fundo. Entre os objetivos desta disciplina, estão: conceituar o processo de desenvolvimento integrado de produtos, visando a resolução de problemas complexos de engenharia, por meio de abordagem multidisciplinar; apresentar métodos, técnicas e ferramentas da área em questão, além das ferramentas e processos para a prototipação digital e para a prototipação rápida; entre outros.

Para os próximos anos, o Amigos da Poli apoiará 12 projetos propostos por alunos, professores e funcionários da Poli que receberão, no total, R$ 375 mil. Entre os projetos selecionados pelo novo edital, está outro coordenado pelo Prof. Eduardo Zancul, intitulado “Projetos internacionais de engenharia na Design Factory Global Network”. Este visa possibilitar a entrada da Poli na Design Factory Global Network, rede global de universidades de ponta com foco no ensino de inovação, ampliar a participação de alunos em projetos internacionais e apoiar o aprimoramento do ensino por meio de referência internacional.

Mais informações sobre o Fundo Patrimonial Amigos da Poli, no site: http://www.amigosdapoli.com.br/

Fotos do evento: https://www.flickr.com/photos/poliusp/albums/72157674317879016

Fontes: Assessorias de Comunicação Poli-USP e Amigos da Poli

PRO realiza a terceira edição da Mostra “Serviços na Praça”

Como parte das atividades do LEDss (Laboratório de Estudos em Design de Serviços e em Sustentabilidade), ocorre no Departamento de Engenharia de Produção da Poli/USP, entre os dias 15 de junho e 01 de julho, a terceira edição da Mostra “Serviços na Praça”.

O evento, organizado pelo professor Clovis Alvarenga Netto, consiste numa exposição no hall central do prédio do Biênio, em que os alunos do quinto ano do curso de Engenharia de Produção apresentam, em forma de banner, projetos desenvolvidos na disciplina “Gestão de Operações em Serviços – PRO2314”.

Os objetivos da Mostra são de: mostrar para a Sociedade aplicações atuais e inovadoras de conceitos de Operações em Serviços em empresas atuando no Brasil, além de criar um sentido de responsabilidade nos estudantes sobre os trabalhos aplicados em empresas, desenvolvidos na Escola Politécnica da USP.

Com estes trabalhos os alunos revisaram literatura relevante em Serviços, desenvolveram e analisaram aplicações de conceitos próprios de Serviços, tiveram oportunidade de visitar empresas e diagnosticar oportunidades de melhorias em todas elas. Destaque-se temas como Servitização e Sistemas Produto-Serviço, mudança em modelo de negócio e propostas inovadoras em Serviços. Depoimentos dos alunos indicam enorme satisfação na realização dos trabalhos e a qualidade das apresentações é digna de vir visitar e conhecer.

Fundo Amigos da Poli lança terceiro edital para financiamento de projetos

Edital de 2015 deverá investir R$ 350mil em projetos de grande impacto propostos pela comunidade politécnica

 Criado com o objetivo de apoiar professores, alunos e funcionários da Escola Politécnica da USP a realizar seus projetos de melhoria acadêmica – seja no ensino, pesquisa ou extensão – o fundo de investimentos Amigos da Poli abre inscrições para o seu terceiro edital, que vão até o dia 13 de julho de 2015. O resultado do Edital será divulgado no dia 10 de agosto.

Segundo a diretoria do Amigos da Poli, “é de suma importância que a Escola Politécnica se mantenha independente e alinhada a seus próprios valores. Por esse motivo, escolhemos o processo de escolha por edital como uma das formas de apoiá-la. Escolhemos assim pois, dessa forma, quem define o leque de projetos possíveis de serem apoiados é a própria Poli e não nossa Associação”.

Em 2013, a comunidade Politécnica enviou 31 projetos, e em 2014 foram 43 projetos inscritos. “Esperamos atingir todos os cantos da Poli: dos departamentos às atividades extracurriculares, dos professores aos funcionários, dos livre-docentes aos calouros e do pós-doutorado à graduação. Além disso, esperamos conseguir projetos que buscam a melhora da qualidade de ensino através de inovações que causem grande impacto dentro da Escola, pensadas pelos professores, alunos e funcionários. O valor aproximado de investimento este ano será da ordem de R$ 350 mil reais”, explica Ricardo de Carvalho Milani, diretor vice-presidente do fundo.

Inscreva o seu projeto até 13 de julho. Todas as informações sobre o edital estão disponíveis no site www.amigosdapoli.com.br.