Aplicação de Ferramentas para o Auxílio na Seleção de Portfolio de Projetos em Empresas com Projetos de Inovação


O campo da gestão de portfolio de projetos é bastante amplo. Muitas empresas ainda se baseiam em métodos exclusivamente financeiros para fazer a escolha de seu portfolio de projetos. Outras sequer possuem um método de decisão formal para isso. Esse fato tem levado empresas a fazerem escolhas de curto prazo, deixando de lado grandes oportunidades estratégicas. Além disso, esta falta de critérios de priorização tem levado empresas a tomarem posturas reativas quanto à alocação de recursos nos projetos que compõem seu portfolio, uma vez que não há uma sistemática adequada de planejamento. Este trabalho tenta evidenciar a importância de se considerar os pontos estratégicos da organização, de forma coerente e integrada, no momento da seleção dos projetos que irão compor o portfolio. Através de algumas ferramentas bastante difundidas como o AHP e a programação linear, procura-se unir as visões financeira e estratégica. O estudo de caso foi realizado em uma empresa de grande porte do setor de alimentos, higiene e beleza. O AHP permite foi utilizado para a priorização dos critérios e dos projetos, através de comparações paritárias entre estes. Para isso diversas reuniões tiveram que ser realizadas com algumas pessoas-chave da empresa. O resultado desta análise gera as entradas (inputs) para o sistema que será resolvido por programação linear, e que dirá quais projetos a empresa tem recursos para realizar no prazo estipulado, e qual deve ser a prioridade de alocação entre eles. Este estudo verificou a aplicabilidade destas ferramentas no auxílio à seleção de portfolio para a empresa estudada, permitindo que o tomador de decisão tenha uma visão integrada de diversos critérios, bem como anteveja problemas de alocação de recursos.


Palavras-chave em portugues:
Orientador:
Data de Defesa: