ESTRATÉGIA NO SETOR BRASILERIO DE ALUMÍNIO: RECICLAGEM COMO ALTERNATIVA DE CRESCIMENTO PARA A CBA

O presente trabalho tem como objetivo estudar os fundamentos da indústria brasileira de alumínio primário, bem como desenvolver uma análise estrutural da mesma, que demonstrará como a questão energética no Brasil tem sido responsável pela desaceleração no ritmo de crescimento da indústria.
Além da análise estratégica do setor primário, o trabalho também tem por objetivo analisar a estratégia, os benefícios e desafios da cadeia produtiva de alumínio reciclado no Brasil, e mostrar como este têm se tornado uma alternativa de crescimento para alguns produtores.
Dada a limitação de crescimento do alumínio primário e as vantagens operacionais, socioeconômicas e ambientais do processo de reciclagem, se justifica a entrada da Companhia Brasileira de Alumínio, CBA, no mercado de reciclagem.
O desenvolvimento do trabalho se apóia principalmente em modelos clássicos de análise industrial e estratégia, como o proposto por Porter (1980), mas também apresenta uma análise mais moderna, que enxerga a indústria sob a perspectiva dos seus recursos escassos, a Resource Based View, RBV.
A conclusão do trabalho é feita com base nos aspectos estruturais da indústria primária e secundária, bem como nos aspectos internos às empresas atuantes no setor. A principal mensagem a ser transmitida é que enquanto não houver mudanças estruturais no que diz respeito à política de energia elétrica para grandes consumidores industriais no Brasil, o crescimento da indústria nacional de alumínio continuará sendo extremamente limitado, forçando as empresas a buscar meios alternativos de crescimento, como por exemplo, a entrada no mercado de alumínio reciclado.

Palavras-chave em portugues: Engenharia de Produção, Estratégia, Alumínio
Orientador:
Data de Defesa: