GESTÃO DE RISCOS E A INTEGRAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO ÁGIL EM UM GRANDE BANCO BRASILEIRO

O mercado de bancos de varejo passa por uma forte onda de digitalização. Novas empresas de tecnologia no mercado financeiro, as fintechs, estão criando alternativas competitivas aos serviços e produtos oferecidos pelos bancos tradicionais. Frente a essas mudanças, um grande banco de varejo reconheceu a necessidade de se adaptar, mas a complexidade dos sistemas da organização tornava a reação lenta e ineficaz. Nesse contexto, a solução foi criar uma nova plataforma de cartões de crédito, independente dos sistemas do banco. Ela está sendo construída por equipes multidisciplinares seguindo métodos ágeis de gestão de desenvolvimento de software. No entanto, o projeto ainda está sujeito às políticas da instituição, como a Avaliação de Riscos para o lançamento de novos produtos. O objetivo deste trabalho é analisar e propor soluções para a integração operacional do sistema de gestão de riscos do banco ao modelo de Gestão Ágil. Isso significa garantir que os riscos relevantes sejam mapeados e prevenidos de acordo com os processos do banco enquanto a equipe mantém sua capacidade de adaptação conforme os princípios ágeis. Para tanto, foi seguido um procedimento estruturado de resolução de problemas. Após uma revisão bibliográfica sobre os temas relacionados, os principais problemas foram identificados. Em seguida, foi feito um aprofundamento de forma a reconhecer seus aspectos e onde se mostravam mais relevantes. Daí, puderam ser isoladas as causas raízes e, a partir delas, levantadas e selecionadas soluções. Essas soluções foram implementadas e seus resultados verificados quanto à eliminação ou mitigação das causas. As soluções possibilitaram a redução do tempo de ciclo do processo de Avaliação e Riscos, e estruturaram práticas para prevenir o risco de não compliance. As demandas operacionais relacionadas à gestão de riscos foram integradas aos métodos e ferramentas ágeis da equipe, para os quais se desenhou um plano de evolução para a fase posterior ao lançamento da plataforma. Concluiu-se que integrar o processo atual de gestão de riscos ao modelo de trabalho da equipe do projeto atende aos interesses da organização, mas não chega a eliminar a causa raiz do problema. Não há forma direta de se transformar recursos em um produto que os clientes amam. O alinhamento da estratégia da organização com o design do produto ainda é incipiente, então os métodos de gestão e o fluxo de desenvolvimento de produtos precisam evoluir.
Palavras-chave em portugues: Compliance, Gestão de risco, Metodologias ágeis, Digitalização, Gestão de processos
Orientador:
Data de Defesa: